Google is committed to advancing racial equity for Black communities. See how.
This page was translated by the Cloud Translation API.
Switch to English

Boletim de segurança do Android - abril de 2017

Publicado em 03 de abril de 2017 | Atualizado em 17 de agosto de 2017

O Boletim de Segurança do Android contém detalhes de vulnerabilidades de segurança que afetam dispositivos Android. Juntamente com o boletim, lançamos uma atualização de segurança para dispositivos Nexus por meio de uma atualização over-the-air (OTA). As imagens de firmware do dispositivo Google também foram lançadas no site Google Developer . Os níveis de patch de segurança de 5 de abril de 2017 ou posteriores tratam de todos esses problemas. Consulte a programação de atualização do Pixel e Nexus para saber como verificar o nível de patch de segurança de um dispositivo.

Os parceiros foram notificados sobre os problemas descritos no boletim em 6 de março de 2017 ou antes. Os patches do código-fonte para esses problemas foram lançados no repositório Android Open Source Project (AOSP) e vinculados a este boletim. Este boletim também inclui links para patches fora do AOSP.

O mais grave desses problemas é uma vulnerabilidade de segurança crítica que pode permitir a execução remota de código em um dispositivo afetado por meio de vários métodos, como email, navegação na Web e MMS, ao processar arquivos de mídia. A avaliação da gravidade é baseada no efeito que a exploração da vulnerabilidade possivelmente teria em um dispositivo afetado, assumindo que a plataforma e as atenuações do serviço estão desabilitadas para fins de desenvolvimento ou se contornadas com sucesso.

Não recebemos relatórios de exploração ativa do cliente ou abuso desses problemas relatados recentemente. Consulte a seção de mitigações de serviço Android e Google para obter detalhes sobre as proteções da plataforma de segurança Android e proteções de serviço, como SafetyNet , que melhoram a segurança da plataforma Android.

Incentivamos todos os clientes a aceitar essas atualizações em seus dispositivos.

Anúncios

  • Este boletim possui duas strings de nível de patch de segurança para fornecer aos parceiros Android a flexibilidade de corrigir mais rapidamente um subconjunto de vulnerabilidades que são semelhantes em todos os dispositivos Android. Consulte Perguntas e respostas comuns para obter informações adicionais:
    • 01-04-2017 : String de nível de patch de segurança parcial. Esta string de nível de patch de segurança indica que todos os problemas associados a 2017-04-01 (e todas as strings de nível de patch de segurança anteriores) foram resolvidos.
    • 05-04-2017 : string de nível de patch de segurança completa. Esta string de nível de patch de segurança indica que todos os problemas associados a 2017-04-01 e 2017-04-05 (e todas as strings de nível de patch de segurança anteriores) foram resolvidos.
  • Os dispositivos do Google com suporte receberão uma única atualização OTA com o nível de patch de segurança de 5 de abril de 2017.

Reduções de serviço do Android e do Google

Este é um resumo das atenuações fornecidas pela plataforma de segurança Android e proteções de serviço, como SafetyNet. Esses recursos reduzem a probabilidade de que as vulnerabilidades de segurança possam ser exploradas com êxito no Android.

  • A exploração de muitos problemas no Android é dificultada pelos aprimoramentos nas versões mais recentes da plataforma Android. Incentivamos todos os usuários a atualizar para a versão mais recente do Android sempre que possível.
  • A equipe de segurança do Android monitora ativamente o abuso com Verify Apps e SafetyNet , que são projetados para alertar os usuários sobre aplicativos potencialmente nocivos . O Verify Apps é habilitado por padrão em dispositivos com Google Mobile Services e é especialmente importante para usuários que instalam aplicativos de fora do Google Play. As ferramentas de enraizamento do dispositivo são proibidas no Google Play, mas o Verify Apps avisa os usuários quando eles tentam instalar um aplicativo de enraizamento detectado - não importa de onde ele venha. Além disso, o Verify Apps tenta identificar e bloquear a instalação de aplicativos maliciosos conhecidos que exploram uma vulnerabilidade de escalonamento de privilégios. Se tal aplicativo já tiver sido instalado, o Verify Apps notificará o usuário e tentará remover o aplicativo detectado.
  • Conforme apropriado, os aplicativos Google Hangouts e Messenger não passam mídia automaticamente para processos como Mediaserver.

Reconhecimentos

Gostaríamos de agradecer a esses pesquisadores por suas contribuições:

  • Aravind Machiry (donfos) da equipe Shellphish Grill: CVE-2016-5349
  • Daxing Guo ( @ freener0 ) do Xuanwu Lab, Tencent: CVE-2017-0585, CVE-2017-0553
  • Derrek ( @ derrekr6 ) e Scott Bauer: CVE-2017-0576
  • Gal Beniamini do Projeto Zero: CVE-2017-0571, CVE-2017-0570, CVE-2017-0572, CVE-2017-0569, CVE-2017-0570
  • Gengjia Chen ( @ chengjia4574 ) e pjf do IceSword Lab, Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-6426, CVE-2017-0581, CVE-2017-0329, CVE-2017-0332, CVE-2017-0566, CVE-2017-0573
  • Guang Gong (龚 广) ( @oldfresher ) da equipe Alpha, Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-0547
  • Hao Chen e Guang Gong da equipe Alpha, Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-6424, CVE-2017-0584, CVE-2017-0454, CVE-2017-0574, CVE-2017-0575, CVE-2017 -0567
  • Ian Foster ( @lanrat ): CVE-2017-0554
  • Jack Tang da Trend Micro Inc .: CVE-2017-0579
  • Jianjun Dai ( @Jioun_dai ) do Qihoo 360 Skyeye Labs : CVE-2017-0559, CVE-2017-0541
  • Jianqiang Zhao ( @jianqiangzhao ) e pjf do IceSword Lab, Qihoo 360: CVE-2017-6425, CVE-2016-5346
  • Lubo Zhang ( zlbzlb815@163.com ) da equipe C0RE e Yonggang Guo ( @guoygang ) do IceSword Lab, Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-0564
  • Mark Salyzyn do Google: CVE-2017-0558
  • Mike Andereson ( @manderbot ) e Nathan Crandall ( @natecray ) da equipe de segurança de produto da Tesla: CVE-2017-0327, CVE-2017-0328
  • Peng Xiao, Chengming Yang, Ning You, Chao Yang e Yang song do Alibaba Mobile Security Group: CVE-2017-0565
  • Pengfei Ding (丁鹏飞), Chenfu Bao (包 沉浮) e Lenx Wei (韦 韬) do Baidu X-Lab (百度 安全 实验室): CVE-2016-10236
  • Qidan He (何 淇 丹 - @flanker_hqd ) de KeenLab, Tencent: CVE-2017-0544, CVE-2017-0325
  • Roee Hay ( @roeehay ) de Aleph Research, HCL Technologies: CVE-2017-0582, CVE-2017-0563
  • Scott Bauer ( @ ScottyBauer1 ): CVE-2017-0562, CVE-2016339
  • Seven Shen ( @lingtongshen ) da TrendMicro Mobile Threat Research Team: CVE-2016-10231, CVE-2017-0578, CVE-2017-0586
  • Tim Becker: CVE-2017-0546
  • Uma Sankar Pradhan ( @umasankar_iitd ): CVE-2017-0560
  • VEO ( @VYSEa ) da Equipe de Resposta a Ameaças Móveis , Trend Micro : CVE-2017-0555, CVE-2017-0538, CVE-2017-0539, CVE-2017557, CVE-2017-0556
  • Weichao Sun ( @sunblate ) da Alibaba Inc: CVE-2017-0549
  • Wenlin Yang ( @wenlin_yang ), Guang Gong ( @oldfresher ) e Hao Chen da equipe Alpha, Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-0580, CVE-2017-0577
  • Zinuo Han do Centro de Resposta de Segurança de Chengdu da Qihoo 360 Technology Co. Ltd .: CVE-2017-0548
  • Zubin Mithra do Google: CVE-2017-0462

Nível do patch de segurança de 01-04-2017 - detalhes da vulnerabilidade

Nas seções abaixo, fornecemos detalhes para cada uma das vulnerabilidades de segurança que se aplicam ao nível de patch de 01-04-2017. Há uma descrição do problema, uma justificativa de gravidade e uma tabela com o CVE, referências associadas, gravidade, dispositivos Google atualizados, versões AOSP atualizadas (quando aplicável) e data informada. Quando disponível, vincularemos a alteração pública que abordou o problema ao ID do bug, como a lista de alterações do AOSP. Quando várias alterações estão relacionadas a um único bug, referências adicionais são vinculadas a números após a ID do bug.

Vulnerabilidade de execução remota de código no Mediaserver

Uma vulnerabilidade de execução remota de código no Mediaserver pode permitir que um invasor usando um arquivo especialmente criado para causar corrupção de memória durante o arquivo de mídia e processamento de dados. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de execução remota de código dentro do contexto do processo Mediaserver.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0538 A-33641588 Crítico Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 13 de dezembro de 2016
CVE-2017-0539 A-33864300 Crítico Tudo 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 23 de dezembro de 2016
CVE-2017-0541 A-34031018 Crítico Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 1 de janeiro de 2017
CVE-2017-0542 A-33934721 Crítico Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google
CVE-2017-0543 A-34097866 Crítico Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no CameraBase

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no CameraBase pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário. Este problema é classificado como Alto porque é uma execução de código arbitrário local em um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0544 A-31992879 Alto Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 6 de outubro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no Audioserver

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no Audioserver pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto de um processo privilegiado. Esse problema é classificado como Alto porque pode ser usado para obter acesso local a recursos elevados, que normalmente não são acessíveis a um aplicativo de terceiros.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0545 A-32591350 Alto Tudo 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 31 de outubro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no SurfaceFlinger

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no SurfaceFlinger pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto de um processo privilegiado. Esse problema é classificado como Alto porque pode ser usado para obter acesso local a recursos elevados, que normalmente não são acessíveis a um aplicativo de terceiros.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0546 A-32628763 Alto Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 2 de novembro de 2016

Vulnerabilidade de divulgação de informações no Mediaserver

Uma vulnerabilidade de divulgação de informações no Mediaserver pode permitir que um aplicativo mal-intencionado local acesse dados fora de seus níveis de permissão. Esse problema é classificado como Alto porque é um desvio geral para proteções do sistema operacional que isolam os dados do aplicativo de outros aplicativos.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0547 A-33861560 Alto Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 22 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de negação de serviço na libskia

Uma vulnerabilidade de negação de serviço remota no libskia pode permitir que um invasor use um arquivo especialmente criado para causar o travamento ou reinicialização do dispositivo. Este problema é classificado como de alta gravidade devido à possibilidade de negação de serviço remota.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0548 A-33251605 Alto Tudo 7.0, 7.1.1 29 de novembro de 2016

Vulnerabilidade de negação de serviço no Mediaserver

Uma vulnerabilidade de negação de serviço remota no Mediaserver pode permitir que um invasor use um arquivo especialmente criado para travar ou reinicializar o dispositivo. Este problema é classificado como de alta gravidade devido à possibilidade de negação de serviço remota.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0549 A-33818508 Alto Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 20 de dezembro de 2016
CVE-2017-0550 A-33933140 Alto Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google
CVE-2017-0551 A-34097231 [ 2 ] Alto Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google
CVE-2017-0552 A-34097915 Alto Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google

Vulnerabilidade de elevação de privilégio em libnl

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio em libnl pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do serviço Wi-Fi. Este problema é classificado como Moderado porque requer primeiro o comprometimento de um processo privilegiado e é atenuado pelas configurações atuais da plataforma.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0553 A-32342065 Moderado Tudo 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 21 de outubro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio em telefonia

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no componente de telefonia pode permitir que um aplicativo malicioso local acesse recursos fora de seus níveis de permissão. Este problema é classificado como Moderado porque pode ser usado para obter acesso a recursos elevados, que normalmente não são acessíveis a um aplicativo de terceiros.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0554 A-33815946 [ 2 ] Moderado Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 20 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de divulgação de informações no Mediaserver

Uma vulnerabilidade de divulgação de informações no Mediaserver pode permitir que um aplicativo mal-intencionado local acesse dados fora de seus níveis de permissão. Este problema foi classificado como moderado porque pode ser usado para acessar dados sem permissão.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0555 A-33551775 Moderado Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 12 de dezembro de 2016
CVE-2017-0556 A-34093952 Moderado Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 4 de janeiro de 2017
CVE-2017-0557 A-34093073 Moderado Tudo 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 4 de janeiro de 2017
CVE-2017-0558 A-34056274 Moderado Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google

Vulnerabilidade de divulgação de informações em libskia

Uma vulnerabilidade de divulgação de informações no libskia pode permitir que um aplicativo malicioso local acesse dados fora de seus níveis de permissão. Este problema é classificado como moderado porque pode ser usado para acessar dados sem permissão.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0559 A-33897722 Moderado Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 25 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de divulgação de informações na redefinição de fábrica

Uma vulnerabilidade de divulgação de informações no processo de redefinição de fábrica pode permitir que um invasor mal-intencionado local acesse dados do proprietário anterior. Este problema foi classificado como moderado devido à possibilidade de ignorar a proteção do dispositivo.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2017-0560 A-30681079 Moderado Tudo 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0, 7.1.1 Interno do Google

Nível do patch de segurança 05-04-2017 - detalhes da vulnerabilidade

Nas seções abaixo, fornecemos detalhes para cada uma das vulnerabilidades de segurança que se aplicam ao nível de patch de 2017-04-05. Há uma descrição do problema, uma justificativa de gravidade e uma tabela com o CVE, referências associadas, gravidade, dispositivos Google atualizados, versões atualizadas do AOSP (quando aplicável) e data relatada. Quando disponível, vincularemos a alteração pública que abordou o problema ao ID do bug, como a lista de alterações do AOSP. Quando várias alterações estão relacionadas a um único bug, referências adicionais são vinculadas a números após a ID do bug.

Vulnerabilidade de execução remota de código no firmware Broadcom Wi-Fi

Uma vulnerabilidade de execução remota de código no firmware Broadcom Wi-Fi pode permitir que um invasor remoto execute código arbitrário dentro do contexto do SoC Wi-Fi. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de execução remota de código no contexto do SoC Wi-Fi.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0561 A-34199105 *
B-RB # 110814
Crítico Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 9 de janeiro de 2017

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de execução remota de código no driver de mecanismo de criptografia Qualcomm

Uma vulnerabilidade de execução remota de código no driver do mecanismo de criptografia Qualcomm pode permitir que um invasor remoto execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de execução remota de código no contexto do kernel.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2016-10230 A-34389927
QC-CR # 1091408
Crítico Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One 10 de janeiro de 2017

Vulnerabilidade de execução remota de código no subsistema de rede do kernel

Uma vulnerabilidade de execução remota de código no subsistema de rede do kernel pode permitir que um invasor remoto execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de execução remota de código no contexto do kernel.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2016-10229 A-32813456
Kernel upstream
Crítico Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Pixel C, Android One, Nexus Player Interno do Google

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da tela de toque MediaTek

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da tela sensível ao toque MediaTek pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de comprometimento do dispositivo permanente local, o que pode exigir o reflash do sistema operacional para reparar o dispositivo.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0562 A-30202425 *
M-ALPS02898189
Crítico* Nenhum** 16 de julho de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da touchscreen HTC

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da touchscreen HTC pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de comprometimento do dispositivo permanente local, o que pode exigir o reflash do sistema operacional para reparar o dispositivo.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0563 A-32089409 *
Crítico Nexus 9 9 de outubro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no subsistema ION do kernel

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no subsistema ION do kernel pode permitir que um aplicativo mal-intencionado local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Crítico devido à possibilidade de comprometimento de um dispositivo local permanente, o que pode exigir o reflash do sistema operacional para reparar o dispositivo.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0564 A-34276203 *
Crítico Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Pixel C, Android One, Nexus Player 12 de janeiro de 2017

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidades em componentes Qualcomm

Essas vulnerabilidades afetam os componentes da Qualcomm e são descritas com mais detalhes no boletim de segurança Qualcomm AMSS de outubro de 2016.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2016-10237 A-31628601 **
QC-CR # 1046751
Crítico Nenhum** Qualcomm interno
CVE-2016-10238 A-35358527 **
QC-CR # 1042558
Crítico Nenhum*** Qualcomm interno
CVE-2016-10239 A-31624618 **
QC-CR # 1032929
Alto Pixel, Pixel XL Qualcomm interno

* A classificação de gravidade para essas vulnerabilidades foi determinada pelo fornecedor.

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

*** Os dispositivos Google com suporte no Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de execução remota de código na v8

Uma vulnerabilidade de execução remota de código na v8 pode permitir que invasores remotos executem código arbitrário dentro do contexto de um processo privilegiado. Este problema é classificado como Alto devido à possibilidade de execução remota de código em sites.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2016-5129 A-29178923 Alto Nenhum* 6.0, 6.0.1, 7.0 20 de julho de 2016

* Os dispositivos Google com suporte no Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de execução remota de código no Freetype

Uma vulnerabilidade de execução remota de código no Freetype pode permitir que um aplicativo mal-intencionado local carregue uma fonte especialmente criada para causar corrupção de memória em um processo sem privilégios. Este problema é classificado como Alto devido à possibilidade de execução remota de código em um aplicativo que usa esta biblioteca.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Versões atualizadas de AOSP Data relatada
CVE-2016-10244 A-31470908 Alto Nenhum* 4.4.4, 5.0.2, 5.1.1, 6.0, 6.0.1, 7.0 13 de setembro de 2016

* Os dispositivos Google com suporte no Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no subsistema de som do kernel

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no subsistema de som do kernel pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2014-4656 A-34464977
Kernel upstream
Alto Nexus 6, Nexus Player 26 de junho de 2014

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de criptografia NVIDIA

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de criptografia NVIDIA pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0339 A-27930566 *
N-CVE-2017-0339
Alto Nexus 9 29 de março de 2016
CVE-2017-0332 A-33812508 *
N-CVE-2017-0332
Alto Nexus 9 21 de dezembro de 2016
CVE-2017-0327 A-33893669 *
N-CVE-2017-0327
Alto Nexus 9 24 de dezembro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver térmico MediaTek

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver térmico MediaTek pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0565 A-28175904 *
M-ALPS02696516
Alto Nenhum** 11 de abril de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte no Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da câmera MediaTek

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da câmera MediaTek pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0566 A-28470975 *
M-ALPS02696367
Alto Nenhum** 29 de abril de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Broadcom Wi-Fi

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Broadcom Wi-Fi pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0567 A-32125310 *
B-RB # 112575
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 12 de outubro de 2016
CVE-2017-0568 A-34197514 *
B-RB # 112600
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 9 de janeiro de 2017
CVE-2017-0569 A-34198729 *
B-RB # 110666
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 9 de janeiro de 2017
CVE-2017-0570 A-34199963 *
B-RB # 110688
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 9 de janeiro de 2017
CVE-2017-0571 A-34203305 *
B-RB # 111541
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Pixel C, Nexus Player 9 de janeiro de 2017
CVE-2017-0572 A-34198931 *
B-RB # 112597
Alto Nenhum** 9 de janeiro de 2017
CVE-2017-0573 A-34469904 *
B-RB # 91539
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player 18 de janeiro de 2017
CVE-2017-0574 A-34624457 *
B-RB # 113189
Alto Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C 22 de janeiro de 2017

* O patch para esse problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Qualcomm Wi-Fi

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Qualcomm Wi-Fi pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0575 A-32658595 *
QC-CR # 1103099
Alto Nexus 5X, Pixel, Pixel XL 3 de novembro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver NVIDIA I2C HID

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver NVIDIA I2C HID pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0325 A-33040280 *
N-CVE-2017-0325
Alto Nexus 9, Pixel C 20 de novembro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de áudio Qualcomm

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de áudio Qualcomm pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-054 A-33353700
QC-CR # 1104067
Alto Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL 5 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver do mecanismo de criptografia Qualcomm

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver do mecanismo de criptografia Qualcomm pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0576 A-33544431
QC-CR # 1103089
Alto Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One 9 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da touchscreen HTC

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da tela de toque HTC pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0577 A-33842951 *
Alto Nenhum** 21 de dezembro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de som DTS

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de som DTS pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0578 A-33964406 *
Alto Nenhum** 28 de dezembro de 2016

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de codec de som Qualcomm

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver do codec de som Qualcomm pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2016-10231 A-33966912
QC-CR # 1096799
Alto Pixel, Pixel XL 29 de dezembro de 2016

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de vídeo Qualcomm

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver de vídeo Qualcomm pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0579 A-34125463 *
QC-CR # 1115406
Alto Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL 5 de janeiro de 2017
CVE-2016-10232 A-34386696
QC-CR # 1024872 [2]
Alto Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One 10 de janeiro de 2017
CVE-2016-10233 A-34389926
QC-CR # 897452
Alto Nenhum** 10 de janeiro de 2017

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte no Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio na inicialização NVIDIA e driver do processador de gerenciamento de energia

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver do processador de gerenciamento de energia e inicialização NVIDIA pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do processador de gerenciamento de energia e inicialização. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0329 A-34115304 *
N-CVE-2017-0329
Alto Pixel C 5 de janeiro de 2017

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver da tela de toque Synaptics

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Synaptics Touchscreen pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário no contexto do kernel. Este problema é classificado como Alto porque primeiro requer o comprometimento de um processo privilegiado.

CVE Referências Gravidade Dispositivos Google atualizados Data relatada
CVE-2017-0580 A-34325986 *
Alto Nenhum** 16 de janeiro de 2017
CVE-2017-0581 A-34614485 *
Alto Nenhum** 22 de janeiro de 2017

* O patch para este problema não está disponível publicamente. A atualização está contida nos drivers binários mais recentes para dispositivos Nexus disponíveis no site Google Developer .

** Dispositivos Google com suporte em Android 7.0 ou posterior que tenham instalado todas as atualizações disponíveis não são afetados por esta vulnerabilidade.

Vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Qualcomm Seemp

Uma vulnerabilidade de elevação de privilégio no driver Qualcomm Seemp pode permitir que um aplicativo malicioso local execute código arbitrário dentro do contexto do kernel. This issue is rated as High because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0462 A-33353601
QC-CR#1102288
High Pixel, Pixel XL Google internal

Elevation of privilege vulnerability in Qualcomm Kyro L2 driver

An elevation of privilege vulnerability in the Qualcomm Kyro L2 driver could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the kernel. This issue is rated as High because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-6423 A-32831370
QC-CR#1103158
High Pixel, Pixel XL Google internal

Elevation of privilege vulnerability in kernel file system

An elevation of privilege vulnerability in the kernel file system could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the kernel. This issue is rated as High because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-9922 A-32761463
Upstream kernel
High Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel, Pixel XL, Pixel C, Android One, Nexus Player Oct 24, 2014

Information disclosure vulnerability in kernel memory subsystem

An information disclosure vulnerability in the kernel memory subsystem could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as High because it could be used to access sensitive data without explicit user permission.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-0206 A-34465735
Upstream kernel
High Nexus 6, Nexus Player May 6, 2014

Information disclosure vulnerability in kernel networking subsystem

An information disclosure vulnerability in the kernel networking subsystem could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as High because it could be used to access sensitive data without explicit user permission.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-3145 A-34469585
Upstream kernel [2]
High Nexus 6, Nexus Player May 9, 2014

Information disclosure vulnerability in Qualcomm TrustZone

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm TrustZone could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as High because it could be used to access sensitive data without explicit user permission.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-5349 A-29083830
QC-CR#1021945 [2] [3] [4]
High Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One Jun 1, 2016

Information disclosure vulnerability in Qualcomm IPA driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm IPA driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as High because it could be used to access sensitive data without explicit user permission.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-10234 A-34390017
QC-CR#1069060 [2]
High Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL Jan 10, 2017

Denial of service vulnerability in kernel networking subsystem

A denial of service vulnerability in the kernel networking subsystem could enable a remote attacker to use a specially crafted network packet to cause a device hang or reboot. This issue is rated as High due to the possibility of remote denial of service.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-2706 A-34160553
Upstream kernel
High Nexus Player Apr 1, 2014

Denial of service vulnerability in Qualcomm Wi-Fi driver

A denial of service vulnerability in the Qualcomm Wi-Fi driver could enable a proximate attacker to cause a denial of service in the Wi-Fi subsystem. This issue is rated as High due to the possibility of remote denial of service.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-10235 A-34390620
QC-CR#1046409
High None** Jan 10, 2017

** Supported Google devices on Android 7.0 or later that have installed all available updates are not affected by this vulnerability.

Elevation of privilege vulnerability in kernel file system

An elevation of privilege vulnerability in the kernel file system could enable a local malicious application to execute arbitrary code outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process and is mitigated by current platform configurations.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-7097 A-32458736
Upstream kernel
Moderate Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel, Pixel XL, Pixel C, Nexus Player Aug 28, 2016

Elevation of privilege vulnerability in Qualcomm Wi-Fi driver

An elevation of privilege vulnerability in the Qualcomm Wi-Fi driver could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the kernel. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process and because of vulnerability specific details which limit the impact of the issue.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-6424 A-32086742
QC-CR#1102648
Moderate Nexus 5X, Pixel, Pixel XL, Android One Oct 9, 2016

Elevation of privilege vulnerability in Broadcom Wi-Fi driver

An elevation of privilege vulnerability in the Broadcom Wi-Fi driver could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the kernel. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process and is mitigated by current platform configurations.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-8465 A-32474971*
B-RB#106053
Moderate Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player Oct 27, 2016

* The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

Elevation of privilege vulnerability in HTC OEM fastboot command

An elevation of privilege vulnerability in the HTC OEM fastboot command could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the sensor hub. This issue is rated as Moderate because it first requires exploitation of separate vulnerabilities.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0582 A-33178836*
Moderate Nexus 9 Nov 28, 2016

* The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

Elevation of privilege vulnerability in Qualcomm CP access driver

An elevation of privilege vulnerability in the Qualcomm CP access driver could enable a local malicious application to execute arbitrary code within the context of the kernel. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process and because of vulnerability specific details which limit the impact of the issue.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0583 A-32068683
QC-CR#1103788
Moderate Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One Google internal

Information disclosure vulnerability in kernel media driver

An information disclosure vulnerability in the kernel media driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-1739 A-34460642
Upstream kernel
Moderate Nexus 6, Nexus 9, Nexus Player Jun 15, 2014

Information disclosure vulnerability in Qualcomm Wi-Fi driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm Wi-Fi driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0584 A-32074353*
QC-CR#1104731
Moderate Nexus 5X, Pixel, Pixel XL Oct 9, 2016

* The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

Information disclosure vulnerability in Broadcom Wi-Fi driver

An information disclosure vulnerability in the Broadcom Wi-Fi driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0585 A-32475556*
B-RB#112953
Moderate Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Pixel C, Nexus Player Oct 27, 2016

* The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

Information disclosure vulnerability in Qualcomm Avtimer driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm Avtimer driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-5346 A-32551280
QC-CR#1097878
Moderate Pixel, Pixel XL Oct 29, 2016

Information disclosure vulnerability in Qualcomm video driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm video driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-6425 A-32577085
QC-CR#1103689
Moderate Pixel, Pixel XL Oct 29, 2016

Information disclosure vulnerability in Qualcomm USB driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm USB driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2016-10236 A-33280689
QC-CR#1102418
Moderate Pixel, Pixel XL Nov 30, 2016

Information disclosure vulnerability in Qualcomm sound driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm sound driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0586 A-33649808
QC-CR#1097569
Moderate Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Pixel, Pixel XL, Android One Dec 13, 2016

Information disclosure vulnerability in Qualcomm SPMI driver

An information disclosure vulnerability in the Qualcomm SPMI driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-6426 A-33644474
QC-CR#1106842
Moderate Pixel, Pixel XL Dec 14, 2016

Information disclosure vulnerability in NVIDIA crypto driver

An information disclosure vulnerability in the NVIDIA crypto driver could enable a local malicious application to access data outside of its permission levels. This issue is rated as Moderate because it first requires compromising a privileged process.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2017-0328 A-33898322*
N-CVE-2017-0328
Moderate None** Dec 24, 2016
CVE-2017-0330 A-33899858*
N-CVE-2017-0330
Moderate None** Dec 24, 2016

* The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

** Supported Google devices on Android 7.0 or later that have installed all available updates are not affected by this vulnerability.

Vulnerabilities in Qualcomm components

These vulnerabilities affecting Qualcomm components were released as part of Qualcomm AMSS security bulletins between 2014–2016. They are included in this Android security bulletin to associate their fixes with an Android security patch level.

CVE References Severity Updated Google devices Date reported
CVE-2014-9931 A-35445101** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2014-9932 A-35434683** Critical Pixel, Pixel XL Qualcomm internal
CVE-2014-9933 A-35442512** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2014-9934 A-35439275** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2014-9935 A-35444951** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2014-9936 A-35442420** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2014-9937 A-35445102** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-8995 A-35445002** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-8996 A-35444658** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-8997 A-35432947** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-8998 A-35441175** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-8999 A-35445401** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-9000 A-35441076** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-9001 A-35445400** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-9002 A-35442421** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2015-9003 A-35440626** Critical None** Qualcomm internal
CVE-2016-10242 A-35434643** Critical None** Qualcomm internal

* The severity rating for these vulnerabilities was determined by the vendor.

** The patch for this issue is not publicly available. The update is contained in the latest binary drivers for Nexus devices available from the Google Developer site .

*** Supported Google devices on Android 7.0 or later that have installed all available updates are not affected by this vulnerability.

Common Questions and Answers

This section answers common questions that may occur after reading this bulletin.

1. How do I determine if my device is updated to address these issues?

To learn how to check a device's security patch level, read the instructions on the Pixel and Nexus update schedule .

  • Security patch levels of 2017-04-01 or later address all issues associated with the 2017-04-01 security patch level.
  • Security patch levels of 2017-04-05 or later address all issues associated with the 2017-04-05 security patch level and all previous patch levels.

Device manufacturers that include these updates should set the patch string level to:

  • [ro.build.version.security_patch]:[2017-04-01]
  • [ro.build.version.security_patch]:[2017-04-05]

2. Why does this bulletin have two security patch levels?

This bulletin has two security patch levels so that Android partners have the flexibility to fix a subset of vulnerabilities that are similar across all Android devices more quickly. Android partners are encouraged to fix all issues in this bulletin and use the latest security patch level.

  • Devices that use the April 01, 2017 security patch level must include all issues associated with that security patch level, as well as fixes for all issues reported in previous security bulletins.
  • Devices that use the security patch level of April 05, 2017 or newer must include all applicable patches in this (and previous) security bulletins.

Partners are encouraged to bundle the fixes for all issues they are addressing in a single update.

3. How do I determine which Google devices are affected by each issue?

In the 2017-04-01 and 2017-04-05 security vulnerability details sections, each table has an Updated Google devices column that covers the range of affected Google devices updated for each issue. This column has a few options:

  • All Google devices : If an issue affects All and Pixel devices, the table will have "All" in the Updated Google devices column. "All" encapsulates the following supported devices : Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 9, Android One, Nexus Player, Pixel C, Pixel, and Pixel XL.
  • Some Google devices : If an issue doesn't affect all Google devices, the affected Google devices are listed in the Updated Google devices column.
  • No Google devices : If no Google devices running Android 7.0 are affected by the issue, the table will have "None" in the Updated Google devices column.

4. What do the entries in the references column map to?

Entries under the References column of the vulnerability details table may contain a prefix identifying the organization to which the reference value belongs. These prefixes map as follows:

Prefix Reference
A- Android bug ID
QC- Qualcomm reference number
M- MediaTek reference number
N- NVIDIA reference number
B- Broadcom reference number

Revisions

  • April 03, 2017: Bulletin published.
  • April 05, 2017: Bulletin revised to include AOSP links.
  • April 21, 2017: Attribution for CVE-2016-10231 and CVE-2017-0586 corrected.
  • April 27, 2017: CVE-2017-0540 removed from bulletin.
  • August 17, 2017: Bulletin revised to update reference numbers.